R

Raj Kumar

São Paulo (SP)
0seguidor3seguindo
Entrar em contato

Principais áreas de atuação

Direito de Família, 50%

É o ramo do direito que contém normas jurídicas relacionadas com a estrutura, organização e prote...

Direito Civil, 50%

É o principal ramo do direito privado. Trata-se do conjunto de normas (regras e princípios) que r...

Comentários

(6)
R
Raj Kumar
Comentário · há 5 anos
DITADURA COMUNISTA versus DITADURA ANTI-COMUNISTA. QUAL É A MENOS RUIM?

Da ditadura Anti-cumunista se sai, da comunista, nunca!

A imprensa ideal do PT: sob o comando do partido, rumo à ditadura comunista.

A Executiva Nacional do PT reuniu-se nesta segunda-feira pela primeira vez após a reeleição da presidente Dilma Rousseff – e deixou claro que o partido não encampou a promessa de “diálogo” feita pela petista no discurso depois de constatada sua vitória nas urnas. Resolução aprovada durante a reunião retoma a pressão por uma antiga obsessão do PT: o controle da imprensa. O texto afirma ser "urgente" a construção da "hegemonia", e que por isso é preciso realizar a reforma política e o que o partido chama de "regulação" dos meios de comunicação, termo utilizado pelos petistas para mascarar uma intenção bastante clara: controlar o que é veiculado pela imprensa no país.

O tom da resolução é de combate àqueles que o PT encara como inimigos a serem calados. "É urgente construir hegemonia na sociedade, promover reformas estruturais, com destaque para a reforma política e a democratização da mídia", diz um trecho do documento. O apelo é reforçado mais de uma vez.

Depois de serem surpreendidos pelos protestos de 2013 e pelo fim do monopólio petista nas manifestações de rua, os comandantes do partido também pedem um diálogo maior com diferentes grupos: no documento aprovado nesta segunda-feira, eles afirmam que é preciso "compor uma ampla frente onde movimentos sociais, partidos e setores de partidos, intelectuais, juventudes, sindicalistas" possam “debater e articular ações comuns".

Não nos deixemos iludir pelo PT. Roguemos a Deus, por meio da Santíssima Virgem que livre o Brasil do comunismo, como livrou no passado.
R
Raj Kumar
Comentário · há 5 anos
DITADURA COMUNISTA versus DITADURA ANTI-COMUNISTA. QUAL É A DITADURA MENOS RUIM?

Da ditadura anti-comunista se sai, mas da comunista, nunca. Leia abaixo como esta se está preparando.

A imprensa ideal do PT: sob o comando do partido, rumo à ditadura comunista

A Executiva Nacional do PT reuniu-se nesta segunda-feira pela primeira vez após a reeleição da presidente Dilma Rousseff – e deixou claro que o partido não encampou a promessa de “diálogo” feita pela petista no discurso depois de constatada sua vitória nas urnas. Resolução aprovada durante a reunião retoma a pressão por uma antiga obsessão do PT: o controle da imprensa. O texto afirma ser "urgente" a construção da "hegemonia", e que por isso é preciso realizar a reforma política e o que o partido chama de "regulação" dos meios de comunicação, termo utilizado pelos petistas para mascarar uma intenção bastante clara: controlar o que é veiculado pela imprensa no país.

O tom da resolução é de combate àqueles que o PT encara como inimigos a serem calados. "É urgente construir hegemonia na sociedade, promover reformas estruturais, com destaque para a reforma política e a democratização da mídia", diz um trecho do documento. O apelo é reforçado mais de uma vez.

Depois de serem surpreendidos pelos protestos de 2013 e pelo fim do monopólio petista nas manifestações de rua, os comandantes do partido também pedem um diálogo maior com diferentes grupos: no documento aprovado nesta segunda-feira, eles afirmam que é preciso "compor uma ampla frente onde movimentos sociais, partidos e setores de partidos, intelectuais, juventudes, sindicalistas" possam “debater e articular ações comuns".

Não nos deixemos iludir pelo PT.
R
Raj Kumar
Comentário · há 5 anos
Ditadura comunista versus ditadura anti-comunista. Qual é a menos ruim?

A imprensa ideal do PT: sob o comando do partido, rumo à ditadura comunista

A Executiva Nacional do PT reuniu-se nesta segunda-feira pela primeira vez após a reeleição da presidente Dilma Rousseff – e deixou claro que o partido não encampou a promessa de “diálogo” feita pela petista no discurso depois de constatada sua vitória nas urnas. Resolução aprovada durante a reunião retoma a pressão por uma antiga obsessão do PT: o controle da imprensa. O texto afirma ser "urgente" a construção da "hegemonia", e que por isso é preciso realizar a reforma política e o que o partido chama de "regulação" dos meios de comunicação, termo utilizado pelos petistas para mascarar uma intenção bastante clara: controlar o que é veiculado pela imprensa no país.

O tom da resolução é de combate àqueles que o PT encara como inimigos a serem calados. "É urgente construir hegemonia na sociedade, promover reformas estruturais, com destaque para a reforma política e a democratização da mídia", diz um trecho do documento. O apelo é reforçado mais de uma vez.

Depois de serem surpreendidos pelos protestos de 2013 e pelo fim do monopólio petista nas manifestações de rua, os comandantes do partido também pedem um diálogo maior com diferentes grupos: no documento aprovado nesta segunda-feira, eles afirmam que é preciso "compor uma ampla frente onde movimentos sociais, partidos e setores de partidos, intelectuais, juventudes, sindicalistas" possam “debater e articular ações comuns".

Não nos deixemos enganar pelo PT.

Perfis que segue

(3)
Carregando

Seguidores

Carregando

Tópicos de interesse

(7)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em São Paulo (SP)

Carregando

ANÚNCIO PATROCINADO

Raj Kumar

Entrar em contato